Grande é a sorte de quem tem uma boa garrafa, um bom livro e um bom amigo. "Molière"

Vinho e seus Terroirs

Vinícola Spalletti Colonna di Paliano

sdr

Bom dia wine lovers, como vocês estão tudo bem? Hoje vou falar um pouco sobre a vinícola Spalletti Colonna di Paliano.

Com mais de 5 séculos de história.

A propriedade possui uma tradição secular que começou já em 1500, quando os seus vinhos eram feitos pelos Monges Classensi no Castello di Ribano, sec. XI. Desde então, a vocação do território para a arte de fazer bom vinho foi transmitida para dentro da família e assim permaneceu intacta.
No centro da propriedade Savignano o Castello di Ribano, o lugar onde em 1875 Conde Giulio Rasponi fundou a vinícola. A propriedade foi herdada por sua filha Eugenia, que deu a sua sobrinha Condessa Gabriella Rasponi.
Esta último se une em casamento com o conde Venceslao Spalletti, da união nasceram cinco filhos, um dos quais Giambattista herdou a Fazenda e a vinícola Savignano. Este último casou com a Condessa Teresa Ruffo e Venceslao, Ludovica e Maria Luisa nasceram desse matrimonio.
A condessa Maria Luisa se uniu em casamento com o príncipe Oddone Colonna, herdando a propriedade, foi onde nasceu o único filho Giovanni.
O príncipe Giovanni Colonna di Paliano é o atual proprietário da propriedade de Savignano, que sempre gerenciou com cuidado e atenção e expandiu seus cultivos de vinhedos e construiu uma nova e tecnológica vinícola, inaugurada em 2005, onde Todos os passos da vinificação desfrutam de uma perfeita e rigorosa harmonia entre eles, exaltando todo o potencial.
Da propriedade de Savignano a maior parte da terra é dedicada exclusivamente à produção de vinho e, em particular, a Sangiovese, Albana, Bombino Bianco, Cabernet Sauvignon e Franc, Riesling, Chardonnay e Merlot.

Durante minha visita degustei todas as etiquetas.

dav

Posso falar que os vinhos são de altíssima qualidade, os brancos que degustei seja o Chardonnay que o Bombino bianco seco são bem frescos e com particularidades entre si. Os tintos quase todos a base de Sangiovese fora o Monaco di Ribano que è um bland bordolese.

O Cru Rocca di Ribano vigna della croce, sangiovese 100% é um vínho aristocrático, de corpo, com perfumes de frutas vermelhas maduras e setores balsâmicos e notas de canela e couro. Um grande vinho.

O Monaco di Ribano que leva 75% de merlot , 15% petit verdot e 10% cabernet sauvignon de demonstrou um vínho elegante, boa persistência na boca, boa acidez, tanico mas não agressivo.

Todos os vinhos da vinícola me deram uma ótima impressão, se nota a respeito e o amor pela terra, sem falar da procura pela excelência.

Se por a caso você está de férias em Rimini aconselho passar na vinícola sem pensar duas vezes.

Compartilhe

Deixe uma resposta

Sou Um Sommelier apaixanodado pelo mundo do vinho, que quer compartilhar tudo sobre a enogastronomia.