Home News Dal forno Romano, o Rei do Amarone!

Dal forno Romano, o Rei do Amarone!

0 comment

Quando falamos da região Vêneto na Itália, logo lembramos de Verona, cidade do romance entre Romeu e Julieta. Mas não só isso, terra de famoso Prosecco e do internacionalmente conhecido Amarone!

É hoje vou contar para vocês minha experiência na vinícola Dal Forno Romano, um dos produtores de vinhos italianos mais reconhecidos e de fama internazional.

Devemos ser honestos, o vinho Amarone é um dos melhores da Itália sem dúvidas, mas poucos sabem que o vinho de Dal forno Romano não pertence a Docg clássica, sendo assim um Amarone DOC, mas isso não quer dizer que seja pior, tanto que ele é considerado o rei da Valpolicella. Romano, nasceu em 1957, aos 22 anos conheceu os vinhos de Giuseppe Quintarelli, outro grande produtor da região, se apaixou pelo qual criou forte admiração pelos vinhos de qualidade.

Seguindo a filosofia de Giuseppe Quintarelli e criando a própria começou a produzir vinhos de forma artesal, sem muita coisa, foi com a safra de 1983 que ele começou a ser visto com notoriedade.

Foi em 1990 que decidiu criar sua vinícola, um passo gigantesco para alguém que começou a pouco tempo a produzir vinhos, mas depois de muitas dificuldades ele conseguiu.

Um dos passos importantes para seu vinho ter chegado aonde chegou foi sua decisão de tirar a uva Molinara do bland do Amarone e depois de alguns experimentos colou a Oseleta, uma uva autóctona da região que agora é imprescindível na produção do Amarone. Sem falar do Valpolicella que ganhou uma nova cara com Dal Forno, antes considerado vinho para pizza, mas que com trabalho duro virou um vinho de expressão e caráter, comparado com um Brunello di Montalcino.

A filosofia de Dal forno Romano consiste em unir tradição, tecnologia e muita precisão na produção de vinhos, baixa quantidade de uvas por videira para aumentar a quantidade da uva e plantação com plantas bem perto uma da outra, aumentando o sofrimento da planta e isso reflete na qualidade da mesma.

Hoje são seus filhos que levam o nome da vinícola ao mundo, Luca, Michele e Marco, que junto com Romano são os únicos que entram na vinícola no momento da produção, do momento da fermentação ao engarrafamento, somente os membros da família operam tudo, essa previsão cirúrgica é feita para manter o standard de alta qualidade dos vinhos.

Na minha visita fizemos a degustação do Amarone 2008, vinho que è uma obra de arte, equilibrado em todas as suas características organolépticas, de grande potencial de guarda, meu voto foi de 97 para essa maravilha.

Depois degustamos o valpolicella suepriore da mesma safra que poderia chamar baby Amarone, nunca tinha bebido um valpolicella como esse, melhor que muito Amarone em circulação de outros produtores, aqui também a pontuação não foi baixa, 95 pontos.

E para feixar com chave de ouro um passito sensacional, vinga sere’, safra 2004 um reccioto fora da Docg mas que nos presenteia o que a de melhor em um reccioto.

Em fim, Dal Forno Romano è antes de tudo uma família que ama fazer vinho, uma vinícola que sintetizou tradição, tecnologia e excelência em seus vinhos, quero agradecer a Michele Romano por ter me explicado tudo o que podia sobre a história da vinícola e o tour dentro dela.

E que venham mais amarones Dal forno Romano para os amantes de vinhos de excelência!

You may also like

Deixe uma resposta

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais

Privacy & Cookies Policy