Home News Nasce Terregiunte, o vinho derivado de Amarone e Primitivo di Manduria

Nasce Terregiunte, o vinho derivado de Amarone e Primitivo di Manduria

0 comment

O novo produto de duas variedades diferentes desenvolvido por Masi di Valpolicella e a Vinícola do jornalista Bruno Vespa. Une duas regiões, Veneto e Puglia

No panorama do vinho italiano onde o consumo doméstico não brilha, nasce um vinho simbólico que une duas regiões, Veneto e Puglia, dois gêmeos diferentes com muitos elementos em comum em um aperto de mão ideal sem precedentes e que sela um desafio ousado mas inteligente.

Do Amarone e do Primitivo di Manduria nasce um vinho importante, o Terregiunte – vinho da Itália, um produto que pela primeira vez vê a luz de duas castas diferentes.

Atrás dele, há duas empresas de grandes nomes: a Masi com Sandro Boscaini, excelência em viticultura em Valpolicella e La Vespa-Vignaioli, vinícola do jornalista Bruno Vespa. O projeto foi possível graças à colaboração de Riccardo Cotarella, um dos grandes produtores de vinho e presidente da Assoenologi e Andrea dal Cin, outro enólogo de Veneto.

You may also like

Deixe uma resposta

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais

Privacy & Cookies Policy