Nem italiano nem francês: o vinho mais caro é o húngaro.

0 comment

As garrafas de vinho mais caras de 2019 não são italianas nem francesas, mas húngaras. As 20 preciosas magnums de 1,5 litro que compõem a coleção exclusiva da Royal Tokaji ‘Essencia’ custam, na verdade, 35 mil euros cada. O preço é determinado por uma série de fatores, incluindo a intervenção de um “mofo nobre”, que define seu aroma inconfundível.

You may also like

A sua privacidade é importante para nós. É política do Enoacademy respeitar a sua privacidade em relação a qualquer informação sua que possamos coletar no site Enoacademy, e outros sites que possuímos e operamos. Solicitamos informações pessoais apenas quando realmente precisamos delas para lhe fornecer um serviço. Aceitar Leia mais

Privacy & Cookies Policy