Grande é a sorte de quem tem uma boa garrafa, um bom livro e um bom amigo. "Molière"

Gastronomia

Mitilla, mexilhões patenteados made in Italy, excelência gastronomica em expansão.

Quando falamos da Itália e sua gastronomia é um argumento que podemos falar dias e mais dias pela sua diversidade.

Bem, uma das várias excelências da cozinha italiana são os mexilhões, hoje vamos falar em particular de um mexilhão patenteado que vem ganhando espaço no mercado de moluscos pela sua qualidade. É a Mitilla di Pellestrina,

Pellestrina é uma ilha na lagoa veneziana e representa a mais meridional das três costas estreitas que dividem a lagoa do Mar Adriático. Foi nesse lugar que nasceu Lorenzo Busetto jovem empresário que patenteou os mexilhões Mitilla di Pellestrina, um mexilhão diferente dos outros, superior na dimensão e com gosto diferente.

Mitilla (é o nome feminino que foi escolhido) já está presente em muitos restaurantes de renome, apreciados pelo seu gosto e por uma seleção que garante um sabor único.

Até mesmo as donas de casa escolhem essa produção em particular porque é muito controlada, exigindo análises microbiológicas que a tornam uma iguaria boa e segura.

Lorenzo Busetto

“Nossos controles de qualidade são pelo menos duas vezes por semana, nosso mar tem garantido uma salubridade que por anos é invejado em todo o mundo. Muitos dos nossos mexilhões também são solicitados pelos grandes donos de restaurantes no exterior e isso nos deixa orgulhosos. O mexilhão também é encontrado na Espanha, Grécia, França, Irlanda, mas o nosso é realmente diferente … eles têm algo mais, como Veneza, eles são únicos! ”

Mitilla nasceu da idéia de propor um mexilhão de alta qualidade e garantir a rastreabilidade completa: é criado nas maravilhosas águas de Pellestrina.

No dia em que foi decidido criar a empresa, foram escolhidos três barcos de pesca, que se tornaram o símbolo a partir do qual o projeto começou: levar produtos de peixe Pellestrina diretamente do mar, ao barco de pesca, ao consumidor.

Nosso valor agregado é o conhecimento das técnicas agrícolas e peculiaridades marinhas de nossa área.

A experiência dos nossos pescadores experientes que, com a sua experiência, selecionam os melhores moluscos bivalves, permitem que a nossa empresa seja uma garantia de qualidade.

Graças à especialização e competência, somos parceiros comerciais, com as principais empresas italianas de distribuição de peixe e também trabalhamos para terceiros.O nosso objectivo é oferecer aos nossos clientes fiéis um sabor especial que sò nosso querido Mar Adriático, na zona de Pellestrina, sabe dar.

Mitilla é o nosso mais recente projeto: qualidade absoluta para o mexilhão italiano! Palavras de Lorenzo Busetto.

Sistema de treinamento de espinhel

Os mexilhões são tradicionalmente criados na lagoa de Veneza desde a década de 1990, na faixa costeira que chega a três quilômetros do continente.Mitilla é reproduzida de acordo com o tradicional sistema “longline”, que inclui uma corda rectilínea, chamada “viga”, ancorada ao fundo do mar por corpos de concreto e mantida a uma profundidade constante de cerca de três metros por uma série de flutuadores instalados na viga.
Esta técnica permite controlar melhor as oscilações causadas pelo movimento das ondas.O feixe é então amarrado ao que é comumente chamado de meias ou redes tubulares de polipropileno nas quais o marisco será inserido.

Uma fase importante da criação é a do reforço periódico: as redes que contêm os moluscos bivalves são substituídas por redes com malhas gradualmente maiores à medida que os próprios bivalves crescem.

A seleção

Uma vez concluído o ciclo de reprodução, os mexilhões são separados por uma máquina de descaroçamento. Segue-se a fase de selecção que prevê a separação dos moluscos bivalves em função do tamanho e do corpo de origem da água. Na verdade, é o último que justifica, dependendo se derivam de águas tipo A ou tipo B, a necessidade ou não de uma fase de purificação.

Purificação e refinamento no mar

A fase de purificação, se exigida pelas regulamentações de saúde, ocorre dentro de um centro de purificação (MDL).

Além disso, graças à sua proveniência, o Mitilla está sujeito a uma fase de refinamento adicional nas águas salgadas do Adriático, que contribuem para delinear e realçar o seu perfil de sabor forte e característico.

Como podem ver Lorenzo Busetto e sua empresa não brincam em serviço, tudo isso para poderem dar um produto de altissima qualidade aos consumidores .Então, se por acaso o mercado brasileiro está procurando por mexilhões de altíssima qualidade, Mitilla di Pellestrina é a escolha certa para se fazer.

Conheça mais a Empresa no link abaixo;

http://mitilla.it/


 

Compartilhe

Deixe uma resposta

Sou Um Sommelier apaixanodado pelo mundo do vinho, que quer compartilhar tudo sobre a enogastronomia.